NOTÍCIAS

O AGRO é JOVEM

20210802_145947-scaled_824x452_acf_cropped

11 de agosto de 2021 | Cultural | Institucional | Social

Houve um tempo em que o campo era visto como precário, com dificuldades de acesso e recursos antiquados. Mas essa realidade vem se transformando na mesma proporção que o desenvolvimento urbano, a partir do uso de novas tecnologias de produção e gestão. Com essa tecnificação do campo, cada vez mais jovens tem se dedicado às carreiras voltadas para o agronegócio, como potencial oportunidade de carreira.

Essa tendência da maior participação de jovens dentro do agronegócio vem sendo notada, principalmente, entre os filhos de produtores rurais que deixam o campo para estudar e, posteriormente, retornam para aplicar os conhecimentos em tecnologias e gestão. No Vale do Piranga, maior polo de suinocultura independe, cerca de 60% das granjas fornecedoras do Saudali já contam com a sucessão familiar, sendo administradas ou acompanhadas por filhos e netos dos suinocultores pioneiros da região.

Além de gerir os empreendimentos familiares, os jovens tem ocupado cargos e funções dentro de empresas e associações voltadas para a cadeia suinícola. Na Saudali, entre os 1.630 trabalhadores, 817 possuem idade entre 18 a 29 anos. Já na Associação dos Suinocultores do Vale do Piranga (ASSUVAP) e Cooperativa dos Suinocultores Ponte Nova e Região (COOSUIPONTE), entre os 28 colaboradores das entidades, 11 são jovens adultos.

Seja assumindo a gestão de negócios familiares ou criando startups de soluções para o agronegócio, as novas gerações têm demonstrado especial interesse em projetos que visam promover a inovação do campo. A urgência da digitalização do setor está diretamente ligada ao aumento da demanda por profissionais que estejam preparados para essa transformação. Os jovens, que já estão inseridos em uma realidade digital, atuam de forma estratégica, trazendo a inovação para as propriedades e negócios de base rural, bem como promovendo conexões que ultrapassam as barreiras físicas entre o campo e a cidade.

 

Fontes consultadas:

Fonte:

COMENTE SOBRE ESTA NOTÍCIA



Nossa História