NOTÍCIAS

NOTÍCIAS

Saudali inicia adequação à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais

Sem-titulo_824x452_acf_cropped-1

24 de março de 2021 | Institucional

Um dado pessoal é qualquer informação que identifique ou torne identificável a pessoal natural. São considerados dados pessoais informações como endereço, número de telefone, nome dos pais, número do CPF ou RG, raça, etnia e religião de uma pessoa. Visando proteger esse tipo informação, foi criada a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD), nº 13.709/2018. Em vigor desde setembro do ano passado, ela torna o Brasil um dos 120 países que possuem lei específica para a proteção de dados pessoais.

O principal objetivo da LGPD é garantir a segurança, privacidade e transparência no uso de informações pessoais. Esta nova legislação garante ao cliente o direito de consultar quais os seus dados estão em posse de uma empresa, qual o formato de armazenamento destes dados, além de poder solicitar a retirada destes dados do sistema. A LGPD também prevê o consentimento expresso dos clientes para o uso das informações. Ou seja, empresas precisarão ser transparentes a respeito de como as informações serão usadas e, em caso de roubo de dados, poderão ser responsabilizadas pelos clientes. A lei abarca tanto informações fornecidas través do ambiente digital, como em ambientes físicos, obtidas através cupons promocionais e/ou formulários preenchidos manualmente.

Segundo a Gerente de Recursos Humanos, Elisa Polesca, o Saudali já iniciou o processo de adequação à LGPD. “Contratamos uma Consultoria Jurídica com especialistas em Tecnologia da Informação para a produção de um Diagnóstico sobre a empresa, a fim de nos auxiliar na elaboração do Plano de Ação que irá direcionar as adequações dos processos e dos documentos utilizados em cada setor que atua diretamente com dados”, explica Elisa.

Na visão da Gerente de RH, empresas e organizações precisarão de um “necessário esforço junto às suas equipes profissionais, para que a transparência e a responsabilidade sejam Políticas indispensáveis à LGPD”.  No Saudali, por exemplo, são diversos os setores envolvidos: Recursos Humanos, Tecnologia da Informação, Controle da Qualidade, Contabilidade e Financeiro, Comércio Exterior, SESMT, Portaria, Pesquisa & Desenvolvimento, Marketing, Logística, entre outros.

Essa complexidade de profissionais envolvidos, implica alguns desafios, conforme relata Elisa. “Teremos de contar com a responsabilidade dos profissionais que irão lidar com os dados, além do fato de ser algo novo para todos e precisará haver uma mudança de cultura em relação ao uso dos dados pessoais de posse da empresa” declara a Gerente. Por outro lado, ela também avalia os benefícios da LGPD. “A empresa terá maior controle e organização dos dados que possui oferecendo, assim, mais segurança para si mesma e para seus colaboradores e clientes”, finaliza Polesca.

 

Imagem reproduzida de ARS Consultoria. Acessada em 24 de março de 2021. Disponível em: https://asrconsultoria.com.br/index.php/lgpd/.

Fonte: Assessoria de Comunicação do Saudali

COMENTE SOBRE ESTA NOTÍCIA